Prefeitura Municipal de Valença do Piauí

Secretaria de Saúde de Valença realiza entrega de cestas básicas

Compartilhar


Data: 22/12/2021

A Secretaria Municipal de Saúde de Valença do Piauí, realizou nesta terça-feira, 21 de dezembro, a entrega de 100 cestas básicas para famílias inscritas no Cadastro Único no município. As cestas foram arrecadadas nas campanhas de saúde realizadas durante esse ano de 2021.

“Havia uma proposta há alguns meses que durante nossas ações arrecadaríamos alimentos para que pudéssemos fazer famílias felizes durante esse período natalino. Não deu para fazer 100 cestas como a gente queria, então conversei com o prefeito e ele completou as cestas porque a gente só tinha conseguido 60 cestas”, informou a secretária de saúde, Katiane Costa, que continuou.

“Em todos os nossos eventos vamos estar com essa campanha de receber alimentos e posteriormente transformá-los em cestas básicas para estar doando para a comunidade, é uma satisfação nossa, do nosso prefeito, da equipe de secretários estar sempre fazendo ações que a gente possa ajudar as famílias que precisam”, disse.

A secretária de Assistência Social, Suzana Alexandrino, informou os critérios para a escolha das famílias e a alegria de receber a doação.  “Nós da Semas recebemos essa doação com muita alegria, fizemos uma seleção dos nomes dessas pessoas assistidas sem nenhum critério de beneficiar A ou B, foram selecionadas famílias, todas do Cadastro Único e estamos felizes em poder melhorar a vida dessas famílias nesse Natal”, agradeceu.

O prefeito Marcelo Costa parabenizou a equipe pela iniciativa. “Foram várias ações que a Secretaria de Saúde fez recentemente e com isso arrecadou parte dessas cestas e estamos entregando agora num mês de festa, num mês natalino, onde tantas famílias passam por necessidades. Eu quero aproveitar para desejar um Feliz Natal e um próspero ano novo para as famílias valencianas e que 2022 seja melhor que os outros que passamos, que seja com muita saúde, muita alegria e com muita fartura na mesa de cada um”, pediu Marcelo Costa.




Voltar